sábado, 17 de janeiro de 2009

DOGMA FÚRIA


Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 2009
Casa de Cultura Laura Alvim

O DOGMA DO FÚRIA

1. Fazer com que o DOGMA FÚRIA se transforme em padrão de qualidade. O DOGMA não é obrigatoriamente uma declaração de pobreza.



2. Todo grupo tem de ter seu líder. Ou diretor. O diretor, no caso, Domingos Oliveira, não é um cargo. É uma função. A função de ter a última decisão sobre qualquer assunto que concerne ao grupo. O diretor é uma pessoa eleita pelo grupo pra realizar essa indispensável função.



3. O caso de discordância inconciliável do grupo com seu diretor representará para nós um momento de alegria, posto que representa a criação de um novo grupo (que deverá chamar-se Fúria 2) representado por outro diretor.



4. As aulas, palestras, transmissão de conhecimentos e até notas de ensaio feitas pelo diretor do Grupo Fúria devem ser lições de liberdade e conter sinceramente a máxima de Nietzsche, “quem for meu discípulo que não me siga”.



5. O ator tem a obrigação de seguir, mesmo discordando, as instruções do diretor. Fazer com toda a entrega duas ou três vezes. Se ainda assim discordar, deve criar uma contenda séria com o diretor. Chegam a um acordo ou mesmo a destruição do projeto. Não queremos por aqui atores obedientes.



6. Há algo no ator que depende do que ele é. Os invejosos, autopiedosos, excessivamente competitivos serão naturalmente excluídos do grupo.



7. No grupo é exigido gentil e respeitoso convívio social. O ensaio de teatro já é uma representação. Todos os problemas pessoais, tudo o que impede o bom funcionamento teatral, deve ser deixado na porta do teatro. O ânimo de um depende do ânimo do outro. Assim sendo esperado um sorriso, cumprimentos gerais a todos, por mais falso que isso seja.



8. O mais importante do teatro é o ator. Depois o autor. Por último, o diretor.



9. O personagem não existe. O que existe é a pessoa do ator. Se transforma em representação através da livre de todas as capacidades humanas. A imaginação. O teatro é primado na imaginação.



10. O ator. Embora secundário, posto que trabalha em função do texto e do diretor, deve ser a base do processo. É ele quem vive a mais transcendental aventura. É ele que, através da generosidade, cria um vínculo com a platéia.



11. A finalidade máxima do teatro é resgatar o sonho e formamos todos uma consciência só. De que a consciência coletiva existe. Quando um ator consegue entrar na mesma freqüência de pensamentos da platéia, o milagre se dignifica. A utopia é alcançada.



12. Como organização, o Grupo Fúria concede o segundo lugar de importância aos que trazem o dinheiro necessário para fazer o espetáculo, seja através de patrocínios ou quaisquer outros processos, para que o teatro seja possível. A função de lotar o teatro será oficializada e nomeada no Grupo Fúria. Esta equipe (envolve a divulgação, a feitura e controle do orçamento e muitas outras coisas) deve ser escalada com a máxima atenção e rigor do grupo. O que não impede que assumam também funções de ator e etc.



13. O Grupo Fúria admite as limitações da democracia. Lá não são todos iguais. No que diz respeito à divisão de cotas. Serão respeitadas as importâncias dos seus trabalhos, recompensar a todos igualmente é sempre uma meta para ser atingida. Porém raramente é uma coisa justa e funcional. No caso atual, 50% da bilheteria vai para a cooperativa e 50% para fundos do grupo, o que permitem trabalhos futuros. Todos os captadores ou lotadores de sala terão uma comissão proporcional ao resultado.



14. O Grupo Fúria não é uma fábrica de teatro. É uma fábrica de arte. A arte é a finalidade. Acreditamos no valor social da arte. Acreditamos que sem arte é a barbárie. Que é uma atividade de utilidade pública. E exigimos ser tratados como tal. Posto que somos artistas.



15. O sucesso será para nos uma preocupação secundária. A arte pela arte é o objetivo final. Somente artistas de experiência ou excepcional talento podem definir o que é a arte ou não.



16. O Grupo Fúria almeja a permanência. A sua obrigação principal é que todos os membros do grupo estejam todo o tempo num processo de feitura teatral. O grupo tem princípios dos quais todos devem compartilhar. Princípio 1: Terminar tudo aquilo que começa. O Grupo Fúria não se reduzirá a produção de espetáculos. Criará também continuamente outros movimentos culturais. Cojita-se para o próximo fevereiro uma série de leituras / performances de textos que têm possibilidades de ser o próximo espetáculo do grupo e de planos pessoais de Domingos Oliveira dos quais, de alguma forma, o grupo possa tomar parte.



17. O teatro é o último reduto da inteligência livre. Muito mais comprometido do que a TV ou o cinema. O teatro é o púlpito, é o palanque das idéias revolucionárias. Sempre foi assim desde Castro Alves.



18. O grupo deve, todo ele, unir-se no esforço de conseguir patrocínio para o grupo. A moldes que outros grupos possuem.



19. O grupo planeja e data suas estréias independente dos patrocínios. Não se pode depender de fatores aleatórios. Tendo dinheiro, fazemos. Não tendo, fazemos também.



20. Fazem parte do Grupo Fúria todos os atores, técnicos e participantes do Apocalipse e mais todos aqueles que acompanharam Domingos Oliveira ao longo da vida em sua carreira artística. A lista completa dos nomes será publicada aqui brevemente.
Muitas e muitas coisas ainda estão faltando nessa primeira versão do DOGMA.



21. Por isso, paramos no item 21 comemorando assim a maioridade do Grupo Fúria.

16 comentários:

Anônimo disse...

O APOCALIPSE SEGUNDO DOMINGOS DE OLIVEIRA: DIVERTIDA, LÍRICA INSPIRADORA! NO MÍNIMO!
FIQUEI SABENDO DA INICIATIVA PARA FORMAÇÃO DO GRUPO FURIA EM NOV/2008... MAS JÁ ERA TARDE... ENFIM! QUANDO SERÁ O PRÓXIMO WORKSHOP?
ALE
aleoliveira@hotmail.com

dudu oliva disse...

Parabéns!! Deve ser tão bom trabalhar no que gosta e seguir os ideais. Gostei muita despa parte:

"O sucesso será para nos uma preocupação secundária. A arte pela arte é o objetivo final. Somente artistas de experiência ou excepcional talento podem definir o que é a arte ou não."

ana heloiza abdalla disse...

"Ontem eu vi Juventude, do Domingos de Oliveira. Ele é um homem bom. O filme fica chato em algum instante. Outros diriam pedante. O fantástico é que eu sou de uma geração que tem de existir: e ela não diria isso. É a geração que tem em Domingos uma espécie de cura. O Respiro. E isso não é coisa de Mestre nem de pai. Ele é Amigo. A gente tem nele,: compreensão. É a geração que resta da convulsão do todo social e do coletivo-mercadoria, das instituições todas e todos os ideais, resta da revolução, da indignação, da análise, todo autoconhecimento ou da patologia branca da morte em vida. É a geração que resta: e resta: resta em HOMEM LÚCIDO. (...) Juventude é um belíssimo filme que fala sobre o corpo: e o Espírito. Que dilacera o tempo restando. Resta em dor, em fumaça, em bebida, em paixão, em memória. Resta o fracasso. E resta em Amor. São as vozes narradoras de um tom romântico enraízado. É a maldita-bela voz da Mulher: é a dama LUCIDEZ. Um texto que vem e vai e permanece na vida que teima a (es)correr. (...) De repente - um de repente lentamente - na medida do tempovida - a ansiedade se torna a paciência gentil do sacrifício da fé; e então A minha geração não cai em tédio. Somos fruto do fracassoredimido. O fracaso que liberta. Não nos resta ilusão. Nem Realidade. Resta o Verbo - Gratidão. Nadamaisnemenos. Gratidão pela natureza da vida na justa dada medida do tempo: Domingos nos aconteceu." heloabdalla@gmail.com

Anônimo disse...

Ola Domingos, vi alguns filmes seus e gostei bastante, não conheço suas peças de teatro, gostaria se tivesse condições de conseguir todos seus filmes e seus roteiros de teatro??
é possível??

vou deixar meu e-mail
rscaldo@hotmail.com

abraço aguardo resposta

Rafael

Anônimo disse...

Domingos Boa Tarde!

Sou produtora do Cineasta Caco Milano e gostaria muito de fazer contato com voce, estamos em fase de Pre Produção do Longa Sonho de um Sonhador contando a vida do cantor Frank Aguiar. Se voce tiver interesse em conversar, segue meus contatos (11) 9363-3932 msn regininhaproducoes@hotmail.com.
Gostaria muito de poder falar com voce, meu blog com todo o meu portfolio http://regininhaproducoes.blogspot.com/
Fica um beijo pra voce e sucesso sempre.

Regininha De Divitiis

daiana disse...

Blogueiro,

A MERDA VAI SE ESPALHAR.... pelo RJ!

Você precisa ver antes que todos!

AVENIDA Q chega para discutir e rir dos nossos problemas.

O convite é nosso, gratuito, para você e um amigo/a que realmente esteja na merda!

Logo depois da festa da carne, no dia 03 de março no ensaio geral, às 19hs você poderá nos dizer o que acha da montagem brasileira do musical mais quente de Londres e NY.

Te esperamos no teatro da Gávea.

Confirme sua presença até dia 20 desta semana pelo email daiana@franceschini.com.br , blog http://espalhandomerda.blogspot.com ou através do telefone: 011 – 5099-6524 (Daiana)

Contamos com gente de opinião como você.

rosa disse...

Olá! Li ontem no Globo que você vai montar uma peça e talvez faça testes. Por favor, divulgue os testes ou me envie um e-mail, se for possível! Sou atriz e gostaria de participar do processso de seleção e, quem sabe, trabalhar com você! Obrigada! Rosa Dias rosmnd@bol.com.br P.S. Também tenho um blog rosadias.zip.net Se quiser visitar...

Anônimo disse...

Domingos, Você tem sido o "meu tema" na aula de Cinema Brasileiro no curso de Pós-Graduação da Puc aqui de BH!Como elogiá-lo sem ser redundante ou piegas? Gostaria muitíssimo que você viesse nos "dar uma aula", que tal? Tentei contactá-lo inutilmente. Vou continuar insistinto,ok? Forte abraço! Ps: Sou carioca, fiz uma opera rock com o Igor Eça, meu querido amigo. Admiro e acompanho seu trabalho desde "criança". rsrs
Danielle Ponce de Leon

marcosnauta (Marcos Damigo) disse...

Oi Domingos, bacana teu blog! Te adicionei nos meus favoritos, tenho um blog onde arquivo meus escritos sobre teatro (que são publicados no site RG Vogue): www.sobreteatro.wordpress.com. Se der, passa lá! Abraço!
Marcos Damigo

Anônimo disse...

Olá!

Gostaria de obter informações quanto a Workshops!!!
daniellegiorgi@msn.com

Obrigada!

Danielle G.

Anônimo disse...

Domingos. Não é exatamente um comentário a respeito do texto. É um pedido. Por favor, faça o filme Juventude chegar a Porto Alegre/RS.
Assisti em São Paulo, na Mostra de Cinema, em outubro. É o filme mais lindo sobre amizade, vida e morte e sexo, que já vi. Quero assistir com meus amigos e com meu marido, mas eles não vão a São Paulo e o filme não vem pra cá e eu fico desesperada, porque não posso comentar com eles, pra não estragar.então, por favor, eu imploro, mande Juventude e juventude pra cá. Adoramos teus filmes. Meu marido sabe o texto de Separações quase de cor. Já leu o Homem Lúcido, meio bêbado,num bar pra os amigos, mas ele disse que era teu. Enfim, te procurei muito na internet, não sei por que não encontrava. Agora que achei vou ficar escrevendo, morro de vergonha, mas é melhor se arepender de ter feito...etc...beijos, beijos à Priscila também. Nós adoramos Todos os Homens do Mundo e Todas as Mulheres também era ótimo.
Silvana Sant'Anna.

Marcelo Laffitte disse...

Salve, Domingos.
Você já viu meu filme "Fúria"?
É um curta-metragem com Joana Seibel e Paulo Vespúcio, inspirado em "A Fúria do Corpo", do Noll.
Caso não tenha visto, terei prazer de lhe enviar.
Abrs,
Marcelo
http://blogdocorsario.blogspot.com/

anareis disse...

Querida(o) nova(o) amiga(o),estou precisanda muito de novos amigos pra me auxiliarem no meu projeto. Estou criando uma minibiblioteca comunitária e outras atividades pra crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui na minha comunidade carente no Rio de Janeiro,eu sózinha não conseguirei,mas com a ajuda dos amigos sim. Já comprei 120 livros e também ganhei livros até de portugal dos meus amigos dos meus blogs que eu tenho no google: Eulucinha.blogspot.com ,se quiser pode visitar meus blogs do google,ficarei muito contente. A campanha de doações que estou fazendo pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 ou pode doar livros ou pode doar máquina de costura ou pode doar retalhos,ou pode dor computador usado. Qualquer tipo de doação será bemvinda é só mandar-me um email para: asilvareis10@gmail.com , eu darei o endereço de remessa. As doações em dinheiro serão destinadas a compra de livros,material de construção,estantes,mesas,cadeiras,alimentos,etc. Se voce puder arrecadar doações para doar ao meu projeto serei eternamente grata. Muito obrigado pela sua atenção.

Anônimo disse...

Adorei sua música que foi apresentada pelo ator Alexandre Nero no programa do Jô dia 02/10/09.Vou incluí-la no meu "repertório amador".
Bjs, Ana.

hamu sk8 disse...

Oi Domingos!
Meu nome é Lucas Hamú. Não te conhecia até assistir um teatro no Rio, "Apocalipse...", e adorei imediatamente, sem saber nada a seu respeito. Comprei um dos textos ao sair, e fiquei semanas feliz por lembrar do teatro. Só quando voltei pra casa, em Goiania, que descobri que fazia filmes também. Consegui locar alguns e baixar outros na internet, e apaixonei pela sua linguagem. Meu velho sonho de ser artista meu tocou muito forte, chorei por invejar um mente como a sua!! Mas, enfim, queria muito poder assistir o resto de seus filme, ja procurei em todos os sites que conheço de filmes, mas não encontrei nenhum que nunca assisti. Você poderia me ajudar a chá-los?
falta-me assistir:
2008 - Todo Mundo tem Problemas Sexuais
2008 - Juventude
1978 - Vida, vida
1977 - Teu tua
1973 - Deliciosas traições do amor
1971 - A culpa
1970 - É Simonal
1969 - As duas faces da moeda

Meu e-mail é lucashamusk8@hotmail.com

Muito obrigado, Lucas.

Marcos disse...

Olá Domingos,

Sou leitor do DOMINGOS OLIVEIRA e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total - assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o DOMINGOS OLIVEIRA.

Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele no DOMINGOS OLIVEIRA.

Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

Um abraço,
Marcos