quarta-feira, 2 de julho de 2008

O que você precisa saber para viver adequadamente na sociedade

Em todo grupo, comunidade,ou agrupamento, patota maioria é burra.
(exceção feita aos espectadores deste blog, todos inteligentes)
Urgente afirmar que não vai aqui nenhum julgamento moral.
Os inteligentes não são melhores que os burros.
Nem merecem mais.
Os BURROS também são merecedores de paixão.
Todo homem é esplêndido, BURROS ou inteligente, todo ele contêm o universo.
Umas das primeiras obrigações da inteligência é, exatamente, reconhecer este fato simples.
Excusado igualmente observar que a inteligência nada tem a ver com a cultura ou o nível de informação de cada um.
Pelo contrário, entre homens cultos de modo geral é encontrado um índice de burrice estonteante.
Em contrapartida verifica-se que a ignorância e a pobreza tem constituído campo fértil para o aparecimento das grandes almas.
A propósito, alma é sinônimo de inteligência.

Difícil conceituar a inteligência, porém fácil reconhecer-lhe atributos a primeira delas é, sem dúvida, a humildade. Humildade é sinônimo de inteligência.

O homem sábio sabe que não sabe.
Ao passo que o BURRO é arrogante. Considera-se possuidor de algum saber e, conseqüentemente, superior aos outros BURROS que sabem menos.
Atenção: o BURRO compete, julga,condena e, muitas vezes, mata.
No entanto com a inteligência acontece justo o contrato.
A despeito de si mesmo, ela ama.

Mozart disse que para ser um gênio não basta talento. Nem inteligência. É preciso também um grande amor. A propósito, amor é também, sinônimo de inteligência.

Quem é inteligente sabe que é.
Já o BURRO desconhece sua burrice.
Isto seria um drama, se não fosse uma tragédia.
Posto que o BURRO, no fundo do seu ignorado esplendor, sente que lhe falta algo, algo que o inteligente possui.
Neste momento advém, soberana, a inveja. A inveja dos burros.
Como se não bastasse ser diferente, o BURRO passa a odiar o inteligente.
No entanto com a inteligência acontece justo o contrário. Ela sempre se reconhece! O homem inteligente não inveja e sim compraz-se, exulta quando vê brilhar uma inteligência igual ou maior que a dele.
Os inteligentes, além de terem entre si grande amor e admiração, plageiam-se constantemente, sem o menor pudor.
Não tentam ser originais.
Sabem que são... Um só. Um só acidente da natureza.
Ou terá sido seu recurso de emergência? Do qual a natureza lançou mão para cuidar da sobrevivência da espécie, antes que os burros a destruam?
Concluindo: a imprensa é burra, a tv é burra, o esporte é BURRO, a política é burra. Quase tudo que é considerado importante na sociedade atual não apenas é desimportante - como também é BURRO.
Trata-se do império da burrice, como outrora foi o império romano.

8 comentários:

Flávia Prosdocimi disse...

o texto me fez sorrir. queria ter um comentário inteligente pra postar, mas infelizmente não tenho. desculpe-me.

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luciana garcia disse...

Passei pra conhecer. Disseram que o seu blog tem a ver com o meu. Será?!

Abraços,

Luciana Garcia

Anônimo disse...

Parabéns por Gramado! Não assisti a nenhum dos filmes, mas torço sempre por vc e sua trupe! Espero que vençam e que possamos em breve nos emocionar com seus filmes!

R G

Anônimo disse...

Querido Domingos,
A esta hora da humanidade, obrigada por compartilhar conosco essa singela, encantadora e comovente reflexão sobre a solidão do pensamento.
Espero que minhas palavras tenham o som de um suave afago em sua face.

Karen Cordeiro disse...

(continuando)... continue nos brindando com esses momentos de reflexão. São de um alento singular e, por isso, tão necessário.

Anônimo disse...

Boa tarde, Domingos!

Em 2 dias li o seu ótimo livro ´Vida Minha´.

Emocionante demais!

Teve uma frase sua sobre o amor que fez lembrar de uma que li num ótimo livro de um cara francês que dizia: ´O amor é tudo que acontece entre dois seres que se amam´.

Sou fotógrafo. Aqui vai uma hilária entrevista minha com o Jô. Tem a ver com amor! :)

(rubenspaiva@hotmail.com)

Grande abraço,
Rubens Paiva.